A cinco passos de você

Olá Bruxandade! Acabei de terminar de ler o livro do filme estrelado por Haley Lu Richardson e Cole Sprouse: A cinco passos de você.

Meu coração apertou só de assistir o trailer do filme e pensei: Romance de adolescentes com doença, é exatamente o que preciso para fechar o mês de Março.

A cinco passos de você:

conta a história de Stella Grant, uma adolescente com fibrose cística, uma doença que afeta os pulmões. Ela cresceu enfrentando internações, cirurgias, rotinas hospitalares, administrar uma imensa lista de medicamentos diariamente, enquanto aguarda na lista para o transplante.

O que eu vi da Stella foi ela tentar facilitar e amenizar o sofrimento de todos a sua volta, ao nível de beirar a codependencia. Ela chantageia emocionalmente e controla as pessoas as sua volta, mentindo e ou omitindo, fingindo estar bem, feliz esperançosa. É como se ela não pudesse controlar o que acontece com ela por causa da doença então compensa controlando tudo a sua volta. Ela é até perfeccionista.

Então temos Will Newman, que aceita o papel de paciente terminal e escolhe não se apegar a nada, como se isso pudesse amenizar alguma coisa. Mas se eu fosse fazer uma analogia para explicar o Will eu o chamaria de um creme brulee; uma pequena casca crocante por cima, mas doce e mole por baixo.

Acho que no fundo, sonhar com o dia que finalmente fizesse 18 anos e poderia dar as costas as internações e ao tratamento, não era exatamente o que ele queria, mas ele sabia que por causa da doença, era uma causa perdida. Sua rebeldia na verdade era a revolta de nem poder tentar se salvar.

Óbvio que ele se apaga rapidamente a Stella, ele vive como se tudo estivesse a beira do fim e ele a vê toda cheia de razão e dando ordens como se fosse a dona da verdade e imagino como deve ter sido bom, acreditar por um momento que ele poderia levar o tratamento a serio como ela faz e ir bem.

Na minha sincera opinião:

O romance da história foi simpático, ameno, nada quente, isso faz a história ser leve para jovens adolescentes. Mas isso não significa que você não vai se emocionar com a história. Eu chorei? Chorei, mas foi mais pelas circunstâncias, que qualquer coisa.

A história foca no tratamento de Stella e Will, como se conheceram na internação e como o encontro de algumas semanas mudou a vida dos dois e de todos a sua volta.

A leitura foi rápida, terminei ele de um dia pro outro, o que classifico como um bom livros para entreter, e se fosse um filme eu chamaria de água com açúcar ou filme de sessão da tarde.

Estou ansiosa pelo filme, vai ser legal ver a história ganhando vida e acho que vai ser mais emocionante, sabe, com atores, trilha sonora, vai ficar mais intenso.

Espero que tenham gostado do post, adoraria saber o que achou do livro, vamos papear!

Bjs de luz

Loading Likes...

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: